O profissional da saúde e o estresse causado pela Covid-19 — CRF-PA
Acesse os serviços online em qulaquer lugar
Conselho regional de farmácia do Estado do Pará
17264
post-template-default,single,single-post,postid-17264,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.2,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2.1,vc_responsive

O profissional da saúde e o estresse causado pela Covid-19

O bem-estar psicossocial dos profissionais da Saúde durante a pandemia do Coronavírus

A pandemia do novo coronavírus impôs mudanças à rotina de todos e na vida dos profissionais da saúde o impacto foi ainda maior, tornando-se um dos grupos mais afetados por distúrbios mentais, pois trabalham na linha de frente do combate ao coronavírus e precisam se expor ao risco de contaminação e ao fluxo intenso de pessoas que estão nos hospitais.

A carga horária mais intensa e o contato diário com situações graves e de falecimento adoecem diariamente os profissionais, o que chama atenção para o impacto que a situação está exercendo na saúde mental dos trabalhadores e ainda para a importância de estratégias que reduzam os impactos negativos, a exemplo do estresse excessivo.

O gerenciamento da saúde mental e o bem-estar psicossocial durante este momento é crucial para também manter a saúde física necessária para que os trabalhadores se mantenham em sua rotina. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a incerteza do momento, os riscos de contaminação e a necessidade de isolamento social podem agravar ou causar problemas mentais nos profissionais, incluindo o estresse, por isso, divulgou recomendações para auxiliar os profissionais da saúde que trabalham na linha de frente do combate ao novo coronavírus. Algumas delas são:

Cuide de você. Tente utilizar métodos para lidar com a situação como fazer pausas e descansar entre os seus turnos de trabalho e até mesmo tirar um momento dentro do expediente. Tenha atenção ainda aos seus alimentos para manter uma dieta saudável, fazer exercícios físicos e ficar em contato com a família e com os amigos.

Evite formas errôneas de lidar com o estresse como o uso de tabaco, álcool ou outras drogas. A longo prazo, eles pioram o seu bem-estar físico e mental. Este é um cenário sem precedentes para muitos trabalhadores especialmente aqueles que nunca participaram de respostas semelhantes a uma crise ou pandemia. Para os que têm alguma experiência, tente utilizar o que deu certo no passado e que pode ser útil de novo. Você pode conseguir reduzir o estresse. Não estamos numa corrida, esta é uma maratona.

Continue conectado com seus entes queridos. O contato virtual é uma forma de contato. Procure seus colegas, seus supervisores e pessoas de confiança para esse apoio social. Você poderá descobrir que seus amigos estão tendo experiências semelhantes e atravessando o mesmo que você.

No Brasil, o Ministério da Saúde criou o canal TELEPSI, um serviço que presta teleconsulta aos profissionais de saúde que estão na linha de frente do combate à COVID-19 em todo o país, o serviço funciona de segunda a sexta-feira, de 8h às 20h através do número 0800 644 6543. Não deixe de pedir ajuda! Você não está sozinho!

Nenhum comentário

Deixe um comentário