CRF-PA | Primeiro TAC de 2019 é assinado em Mãe do Rio
Acesse os serviços online em qulaquer lugar
Conselho regional de farmácia do Estado do Pará
1355
post-template-default,single,single-post,postid-1355,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-11.2,qode-theme-bridge,bridge-child,wpb-js-composer js-comp-ver-6.10.0,vc_responsive

Primeiro TAC de 2019 é assinado em Mãe do Rio

Hoje, 06.02, a categoria farmacêutica pode celebrar mais uma vitória para a profissão no estado do Pará com a assinatura do Termo de Ajustamento de Conduta em Mãe do Rio! Após várias reuniões entre o Conselho Regional de Farmácia do Pará, Ministério Público e Secretário de Saúde do município, verificou-se a necessidade da implementação do TAC na região.

Primeiro TAC de 2019 e o 66º no total, a medida visa proporcionar maior empregabilidade ao profissional farmacêutico e tendo como fim a integralidade da assistência farmacêutica no município, que atualmente conta com XX profissionais.

O Dr. Deick Quaresma, Secretário-Geral do CRF-PA esteve à frente dos acordos e representou a autarquia na ocasião, enfatizando a trajetória para chegar até aqui. “Após vários esforços para o firmamento do TAC, finalmente a sociedade de Mãe do Rio poderá contar com a assistência farmacêutica nas farmácias e drogarias do município”, complementa ainda que já se colocou à disposição do Ministério Público e Secretaria de Saúde local para iniciarmos um trabalho nas Unidades de Saúde e Hospitais, “visando a inserção dos serviços farmacêuticos também no setor público e fazendo com que a população de Mãe do Rio possa contar com os serviços e atuação dos farmacêuticos também no SUS”, destaca.

Para o Secretário de Saúde de Mãe do Rio, Dr. José Marcos Melo, a assinatura vem para regulamentar a profissão farmacêutica dentro do município, “vai fazer com que a farmácia se porte como um estabelecimento de saúde, com um profissional qualificado e preparado para dar o atendimento correto à população”, enfatiza.

O Secretário complementa ainda que a forma que se deu a assinatura foi muito importante, “nos reunimos e conversamos sobre varias questões e condições de trabalho, o que fez com que a categoria se tornasse mais unida em defesa da nossa profissão e em defesa da farmácia como estabelecimento de saúde, para que a população possa contar devidamente com um profissional da saúde”, finaliza.

Nenhum comentário

Deixe um comentário