CRF-PA | Interpol emite alerta em 190 países para ’pílula assassina’ usada para emagrecimento
Acesse os serviços online em qulaquer lugar
Conselho regional de farmácia do Estado do Pará
4384
post-template-default,single,single-post,postid-4384,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-11.2,qode-theme-bridge,bridge-child,wpb-js-composer js-comp-ver-6.10.0,vc_responsive
 

Interpol emite alerta em 190 países para ’pílula assassina’ usada para emagrecimento

Interpol emite alerta em 190 países para ’pílula assassina’ usada para emagrecimento

A Interpol emitiu um alerta global para 190 países sobre a 2,4-dinitrofenol, substância ilícita e potencialmente letal, utilizada em medicamentos para emagrecer ou para fazer o chamado “body-building”. O alerta aponta a droga como uma “séria e iminente” ameaça para a segurança pública e surge dias após a morte de uma mulher na Grã-Bretanha.

Eloise Aimee Parry, 21 anos, comprou em um site as pílulas para emagrecer e a suspeita é de que o medicamento tivesse a 2,4-dinitrofenol na composição. Além da moça, um homem na França ficou gravemente doente após tomar o mesmo remédio.

Os testes com as pílulas estão sendo realizados em parceria com a Wada, a agência mundial antidoping. Além de ser vendido em pó e cápsulas, o elemento é disponibilizado em forma de creme. Além de ser um princípio ativo ilegal, há outros riscos para a saúde, segundo a Interpol.


O remédio é feito em laboratórios clandestinos, sem seguir normas de higiene e sem especialistas em suas produções — o que ainda expõe os usuários ao risco de superdosagem. A proibição da venda do dinitrofenol ocorreu em 1930. Até então, era largamente usado pela população.

Fonte: Ansa Brasil 

Nenhum comentário

Deixe um comentário