Sistema de Granulação em fábrica do Aché em SP permitirá ampliar produtividade de medicamentos sólidos em até 150% — CRF-PA
Acesse os serviços online em qulaquer lugar
Conselho regional de farmácia do Estado do Pará
3669
post-template-default,single,single-post,postid-3669,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.2,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2.1,vc_responsive
 

Sistema de Granulação em fábrica do Aché em SP permitirá ampliar produtividade de medicamentos sólidos em até 150%

Sistema de Granulação em fábrica do Aché em SP permitirá ampliar produtividade de medicamentos sólidos em até 150%

Foto: Aché Laboratórios

São Paulo, maio de 2016 – O Aché inaugurou, em sua fábrica na capital paulista, Sistema de Granulação utilizado para a produção de comprimidos. A iniciativa visa a modernizar e ampliar a plataforma industrial e tecnológica da companhia. Com a implementação, será possível aumentar a fabricação de granulados em até 150% para medicamentos sólidos.

Projetado pela empresa norte-americana Freund Vector, em parceria com empresas da Alemanha e da Suíça, o equipamento High Shear adquirido pelo Aché é o mais moderno do mercado farmacêutico. A iniciativa é fruto de um investimento de R$ 12 milhões.

“A inauguração desta linha faz parte da proposta do Aché de crescer com excelência operacional e inovação, mantendo o foco no cliente e garantindo a sustentabilidade. Isso nos ajuda a continuar levando mais vida para a população, por meio de prevenção e tratamentos que trazem saúde e bem-estar”, afirma Paulo Nigro, presidente do Aché.

Otimização de espaço

O antigo sistema ocupava 206 m². Com o novo equipamento, em apenas 96m², será possível reduzir o processo produtivo de granulados de 30 para 12 horas. Além da maior produtividade, o novo sistema contribui para o aumento da segurança e qualidade, por automatizar processos e diminuir a intervenção humana.

No espaço restante, será possível contar com outras duas linhas de produção, inauguradas futuramente. “Até 2020, triplicaremos a capacidade de produção de medicamentos sólidos na fábrica”, avalia Maria Cristina Salay, gerente de Produção.

A idealização do projeto teve início em julho de 2014 e os estudos duraram até novembro de 2015, quando o equipamento foi adquirido pela empresa.

Para 2016, o Aché tem investimentos industriais previstos da ordem de R$ 70 milhões, com o aumento esperado de produção de 15%, totalizando cerca de 300 milhões de unidades no ano.

Sobre o Aché Laboratórios

O Aché é uma empresa 100% brasileira, que completa 50 anos de atuação no mercado farmacêutico em 2016. Conta com quatro complexos industriais: em Guarulhos (SP), em São Paulo (SP), em Londrina (PR) e em Anápolis (GO). Emprega quase 4,5 mil colaboradores e conta com uma das maiores forças de geração de demanda e de vendas do setor farmacêutico no Brasil. Para atender às necessidades dos profissionais da saúde e consumidores, o Aché oferece um portfólio com 316 marcas em 762 apresentações de medicamentos sob prescrição, genéricos e MIP (isentos de prescrição), além de atuar nos segmentos de dermocosméticos e nutracêuticos. Ao todo, são 130 classes terapêuticas e mais de 20 especialidades médicas atendidas. Recentemente, com a criação da Bionovis, passou a atuar em Biotecnologia. Exporta para 12 países das Américas, África e Japão.

Em 2015, ficou em 1º lugar na categoria Farma e Life Science do prêmio Inovação Brasil do jornal Valor Econômico em parceria com a consultoria Strategy&. Também conquistou a primeira colocação do setor no Prêmio Empresas Mais, criado este ano pelo jornal O Estado de S. Paulo e pela Fundação Instituto de Administração (FIA), ligada à Universidade de São Paulo. Em 2014, o Aché foi apontado como a melhor empresa do setor farmacêutico no ranking Melhores e Maiores, da revista Exame.

Fonte: CDI Comunicação Corporativa

Nenhum comentário

Deixe um comentário