CRF-PA | Uso Racional de Medicamentos: CFF participa da reunião do Comitê Nacional
Acesse os serviços online em qulaquer lugar
Conselho regional de farmácia do Estado do Pará
6829
post-template-default,single,single-post,postid-6829,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-11.2,qode-theme-bridge,bridge-child,wpb-js-composer js-comp-ver-6.10.0,vc_responsive
 

Uso Racional de Medicamentos: CFF participa da reunião do Comitê Nacional

Uso Racional de Medicamentos: CFF participa da reunião do Comitê Nacional

CNPURM realiza 21ª reunião e solicita divulgação de suas ações

 

A assessora técnica do Conselho Federal de Farmácia (CFF), Josélia Frade, participou, nos dias 05 e 06 de março, da 21ª Reunião Ordinária do Comitê Nacional para Promoção do Uso Racional de Medicamentos (CNPURM), realizada em Brasília. Na ocasião, os membros do Comitê, representantes de conselhos profissionais e de órgãos públicos da área da saúde discutiram a reformulação do Regimento Interno (Portaria) do Comitê; as pendências para a publicação do edital do Prêmio Nacional de Incentivo à Promoção do URM “Lenita Wannmacher” 2013; a edição de um livro sobre a história da Promoção do Uso Racional de Medicamentos, no Brasil; a aprovação das recomendações do Comitê Técnico de Saúde da População Negra; a organização do V Congresso Brasileiro sobre o Uso Racional de Medicamentos, em 2014; e a elaboração do Plano de Ações do Comitê.

A coordenação do Comitê sugeriu, durante o encontro, que cada entidade ou órgão representativo no CNPURM divulgue, em seus respectivos veículos de comunicação (site, impressos) as atividades realizadas pelo grupo. “Precisamos socializar o site, o Prêmio, os eventos, publicações e discussões do Comitê para que profissionais da saúde e gestores promovam o uso racional de medicamentos”, comentou Josélia Frade.

Para o Presidente do CFF, Walter Jorge João, é preciso estimular os farmacêuticos na promoção do uso racional de medicamentos. “Nossos gestores precisam reconhecer que uma das estratégias para a promoção do uso racional de medicamentos, com baixo custo, passa, diretamente, pela participação do farmacêutico, seja na orientação durante a dispensação ou educando a população sobre o uso correto. O farmacêutico tem o compromisso de prevenir erros de medicação e, é corresponsável pelos resultados alcançados pelos pacientes com o tratamento”, disse.

CNPURM – A Portaria nº MS/GM nº. 1.555, de 27 de junho de 2007, criou o Comitê Nacional para a Promoção do Uso Racional de Medicamentos (CNPURM), cujas competências visam identificar e propor estratégias e mecanismos de articulação, de monitoramento e de avaliação direcionados à promoção do URM, de acordo com os princípios e as diretrizes do Sistema Único de Saúde – SUS, em consonância com as políticas nacionais de Medicamentos e de Assistência Farmacêutica, visando ampliar e qualificar o acesso a medicamentos que atendam aos critérios de qualidade, segurança e eficácia.

A Coordenação do Comitê Nacional é colegiada, composta pelos representantes do Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos, da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos (DAF/SCTIE) do Ministério da Saúde, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e da Unidade Técnica de Medicamentos e Tecnologias, da Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) no Brasil.

Para atingir seus objetivos o CNPURM estabeleceu um Plano de Ação, contemplando quatro áreas: regulação, educação, informação e pesquisa.

Fonte: CFF

 

Nenhum comentário

Deixe um comentário