CRF-PA | Livro reflete sobre políticas de atenção integral à saúde da criança
Acesse os serviços online em qulaquer lugar
Conselho regional de farmácia do Estado do Pará
6817
post-template-default,single,single-post,postid-6817,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-11.2,qode-theme-bridge,bridge-child,wpb-js-composer js-comp-ver-6.10.0,vc_responsive
 

Livro reflete sobre políticas de atenção integral à saúde da criança

Livro reflete sobre políticas de atenção integral à saúde da criança

O livro Estratégia Brasileirinhas e Brasileirinhos Saudáveis – A contribuição da EBBS para a construção de uma política de atenção integral à saúde da criança retrata uma iniciativa estabelecida entre a Fiocruz e o Ministério da Saúde que responde a um questionamento político inovador em torno do vínculo estreito entre o desenvolvimento saudável, pleno e potente das crianças brasileiras, a construção de sua cidadania e o desenvolvimento sustentável do país. Esta relação necessita de muitos esclarecimentos para que a sociedade brasileira possa lucrar em termos de seu crescimento e, por esta razão, o livro busca suporte teórico e conceitual de muitas áreas do conhecimento, como a etologia, psicologia, psicanálise, neurobiologia, ciências sociais, entre tantas outras, com a perspectiva de construção de uma política pública saudável, orientada segundo os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio(ONU/2000).

Os leitores encontrarão contribuições de autores como John Bowlby, Donald Winnicott, Humberto Maturana, Antonio Damásio e Richard Sennett, numa aproximação que visa a compreensão da fundamental importância dos primeiros anos de vida da criança (a chamada Primeira Infância, que no Brasil estende-se até os 6 anos) e o desenho que sua vivência no presente, num certo ambiente físico, emocional, social, pode impactar, não só no aqui e agora, mas no seu futuro e nos rumos de desenvolvimento da sociedade e do pais. Com a perspectiva de trabalhar com o princípio de um ambiente emocional facilitador à vida associando-o às considerações em torno da determinação social da Saúde, importantes iniciativas vêm sendo realizadas no terreno das práticas.

Pacto interfederativo

Assim, para além dos profissionais voltados para este tema, no campo da saúde, as áreas de educação, assistência social, cultura e lazer, trabalho, e de todo o Sistema de Garantia de Direitos à criança e suas redes de sustentação, vêm trabalhando nesta experiência tanto no âmbito da atenção como na gestão, e nos três níveis da federação, configurando um pacto interfederativo em prol de uma política pública saudável, voltada para a atenção integral à saúde da criança. Neste sentido apresenta-se a experiência de um projeto piloto desenvolvido em seis municípios brasileiros: Araripina e Santa Filomena (PE); Campo Grande; Florianópolis; Rio Branco; e Rio de Janeiro. 

Também são apresentados os resultados da Avaliação Qualitativa de Quarta Geração conduzida por profissionais do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, Criança e Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz), voltada para a fase de implantação, e seu principal produto, a configuração de um modelo lógico, imprescindível para experiências dessa natureza e possível disponibilização para o desenho de outras com perspectivas assemelhadas, pois detalha também a metodologia adotada que privilegia três eixos: a cartografia, a grupalidade e o cuidado – assim como o delicado e exigente trabalho de articulação em campo das expectativas e resultados favoráveis à atenção integral às nossas crianças desenvolvido por profissionais chamados “apoiadores da EBBS”. Aqui, a lembrança de que o cuidado, que transversaliza toda a proposta, mostra-se como categoria fundamental à sustentabilidade não só do florescimento e desenvolvimento pessoal e social, mas da vida humana em nosso planeta.
 

Serviço

Título: Estratégia Brasileirinhas e Brasileirinhos Saudáveis (356 páginas)
Organizadoras: Liliane Mendes Penello e Liliana Planel Lugarinho
Editora: Instituto Nacional de Saúde da Mulher da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz)

 

Fonte: Fundação Oswaldo Cruz

 

 

Nenhum comentário

Deixe um comentário