CRF-PA | Agência determina apreensão de medicamento falsificado
Acesse os serviços online em qulaquer lugar
Conselho regional de farmácia do Estado do Pará
6989
post-template-default,single,single-post,postid-6989,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-11.2,qode-theme-bridge,bridge-child,wpb-js-composer js-comp-ver-6.10.0,vc_responsive
 

Agência determina apreensão de medicamento falsificado

Agência determina apreensão de medicamento falsificado

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou, nesta sexta-feira (11/1), no Diário Oficial da União (DOU), a suspensão e apreensão, em todo o país, de medicamentos e produtos com irregularidades.


O lote CC10303 do medicamento Hormotrop na apresentação de 12 unidades, pó liofilizado injetável foi apreendido. O produto, fabricado pelo Laboratório Químico Farmacêutico Bergamo Ltda., sofreu falsificação.


Já o lote 12090993 do medicamento Hytropin (Sulfato de Atropina), 0,50 mg/ml, fabricado pela empresa Hypofarma Instituto de Hypodermia e Farmácia Ltda., foi suspenso pela Agência. O lote citado deve ser fabricado apenas na quantidade de 0,25 mg/ml.


O Creme Fitomedic, feito da semente de Sucupira, fabricado pela empresa D.M. Cucio ME., também foi suspenso. A empresa fabricante não possui Autorização de Funcionamento na Anvisa.  

A suspensão é definitiva e tem validade imediata após sua publicação no Diário Oficial. As pessoas que já tiverem adquirido algum dos lotes ou produtos suspensos devem procurar orientação médica e interromper o uso.


Recolhimento Voluntário


A empresa Zydus Healthcare Brasil Ltda. vai realizar o recolhimento voluntário do lote 2063110 do medicamento Valeriane (Valeriana Officinalis). Foi detectado na embalagem primária a presença do medicamento Regorgan (Aspartato de Arginina), que também é produzido pela empresa.      

Confira aqui as medidas no Diário Oficial da União. 

 

Fonte: Imprensa/Anvisa

 

 

Nenhum comentário

Deixe um comentário