Suplementos alimentares da empresa Timol são proibidos — CRF-PA
Acesse os serviços online em qulaquer lugar
Conselho regional de farmácia do Estado do Pará
3560
post-template-default,single,single-post,postid-3560,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.2,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2.1,vc_responsive
 

Suplementos alimentares da empresa Timol são proibidos

Suplementos alimentares da empresa Timol são proibidos

Nesta terça-feira (12/7), a Anvisa proibiu a distribuição e a venda de todos os lotes dos produtos KIT SAÚDE (chorela em tabletes e suplemento polivitamínico e mineral) e KIT BOA FORMA (óleo de coco e chia em cápsulas e colágeno hidrolisado e vitamina C em cápsulas).

Além disso, o Magnetizador de Água da marca Sylocimol e o Mineralizador de Água marca TOP H+ e os suplementos citados acima tiveram suas publicidades proibidas, em todos os veículos de comunicação.

A determinação ocorreu porque a empresa Timol Indústria e Comércio de Produtos Magnéticos Eireli – EPP, não possui alvará sanitário. A Timol distribui e comercializa alimentos e equipamentos magnetizadores e mineralizadores de água contendo indicações medicamentosas não são autorizadas pela Agência.

Confira a Resolução 1.828 publicada no Diário Oficial da União (DOU).

Fonte: Anvisa

Nenhum comentário

Deixe um comentário