CRF-PA | Pesquisador da UFPA é conduzido pela DIOE por suspeita de tráfico de medicamentos em operação conjunta entre CRF-PA e Anvisa.
12352
post-template-default,single,single-post,postid-12352,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.2,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2.1,vc_responsive

Pesquisador da UFPA é conduzido pela DIOE por suspeita de tráfico de medicamentos em operação conjunta entre CRF-PA e Anvisa.

A ação ocorreu na manhã desta terça-feira, 30.07, em dois estabelecimentos de produtos naturais e suplementação, no centro de Belém. A operação finalizou com apreensão de produtos proibidos, autuação, interdição e acionamento da polícia.

O primeiro estabelecimento vendia o produto fitplus, utilizado para o emagrecimento, sendo proibido e sem registro na Anvisa, com graves consequências à saúde. O local foi autuado e o produto apreendido.

O segundo estabelecimento foi a filial de uma grande loja de suplementação, localizada na Av. Conselheiro Furtado, próximo ao shopping Pátio Belém. Nela continha uma série de suplementação, com a substância Dimetilamilamina (DMAA), proibida pela Anvisa desde 2012. Cerca de 40 kg de produtos irregulares foram apreendidos na segunda loja. Além disso, o estabelecimento não respeitava a ordem correta de armazenamento dos produtos e contava com uma infraestrutura inadequada.

A operação teve início após denúncias que chegaram tanto ao CRF-PA quanto a Anvisa, e contou com a participação da equipe de fiscalização e presidente do CRF-PA e dos fiscais da vigilância sanitária nacional.

Posteriormente foi acionada a Vigilância Sanitária Municipal (Devisa) e a Divisão de Investigação e Operações Especiais (DIOE) para a interdição cautelar da loja e condução do responsável à delegacia para investigação, uma vez que a comercialização da substância é considerada crime. O responsável pelo estabelecimento é professor de matemática em faculdades e já tem histórico na justiça por venda ilegal de medicamentos e substâncias.

A DMAA, como é conhecida, tem efeitos estimulantes sobre o sistema nervoso central, podendo causar insuficiência renal, falência do fígado, alterações cardíacas, entre outras mazelas.

O CRF-PA adverte sobre a importância do consumo consciente de medicamentos, bem como a atenção para saber se está devidamente regulamentado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária. O presidente do CRF-PA, Dr. Daniel Jackson Pinheiro Costa, afirma que “o CRF-PA manterá um processo de investigação para combater irregularidades que possam estar sendo cometidas em outros municípios” e ratifica a importância da sociedade em denunciar esses casos, seja por telefone, site ou presencialmente na sede do CRF-PA.

Nenhum comentário

Deixe um comentário