Ministro da Saúde volta atrás e diz que não pretende rever tamanho do SUS — CRF-PA
Acesse os serviços online em qulaquer lugar
Conselho regional de farmácia do Estado do Pará
3661
post-template-default,single,single-post,postid-3661,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.2,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2.1,vc_responsive
 

Ministro da Saúde volta atrás e diz que não pretende rever tamanho do SUS

Ministro da Saúde volta atrás e diz que não pretende rever tamanho do SUS

Depois de afirmar que o Estado não tem como assumir todas as garantias previstas na Constituição, incluindo o acesso universal à saúde, o ministro da Saúde do governo Temer, Ricardo Barros, recuou e disse nesta terça-feira (17) que o Sistema Único de Saúde (SUS) “está estabelecido” e que não deve rever o tamanho do sistema.

Barros ainda disse que é preciso rever gastos com a Previdência, assim como ocorreu em outros países, mas não o acesso à saúde. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo publicada na edição desta terça, o ministro citou o exemplo da Grécia, que cortou as aposentadorias.

“Vamos ter que repactuar, como aconteceu na Grécia, que cortou as aposentadorias, e em outros países que tiveram que repactuar as obrigações do Estado porque ele não tinha mais capacidade de sustentá-las.”

“A médio prazo, quando falo em repactuar, é por conta do crescimento das despesas previdenciárias que vem ocupando espaços de outras áreas”, justificou-se após participar de reunião com gestores de saúde em Brasília.

“O SUS está estabelecido, estamos atendendo o máximo de pessoas possíveis, com o maior número de precedimentos que podemos autorizar e remédios, mas evidentemente que isso é insuficiente para a proposta constitucional do SUS que é saúde universal para todos. Para que possamos ampliar o SUS, teremos que repactuar a divisão de recursos que existe entre as diversas áreas do governo”, afirmou à Folha.

Fonte: Folha de S.Paulo / Site

Nenhum comentário

Deixe um comentário