Medicamento em estudo contra zika mostra resultado promissor em ratos — CRF-PA
Acesse os serviços online em qulaquer lugar
Conselho regional de farmácia do Estado do Pará
3794
post-template-default,single,single-post,postid-3794,single-format-standard,qode-quick-links-1.0,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-11.2,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2.1,vc_responsive
 

Medicamento em estudo contra zika mostra resultado promissor em ratos

Medicamento em estudo contra zika mostra resultado promissor em ratos

A BioCryst Pharmaceuticals Inc informou, nesta segunda-feira (7), que uma dose de seu medicamento antiviral experimental aumentou os índices de sobrevivência de ratos infectados com o vírus da zika em um estudo pré-clínico.

Duas doses do medicamento BCX443 foram testadas contra um placebo e um antiviral oral chamado ribavirin para os efeitos de sobrevivência de ratos com deficiências imunológicas infectados com zika.

Sete dos oito ratos que receberam a dose “padrão” sobreviveram, mas nenhum dos outros ratos que receberam uma dose baixa, o placebo ou ribavirin sobreviveram após 28 dias.

O estudo foi realizado na Utah State University sob um programa regido pelo Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas (Niaid), que é parte dos Institutos Nacionais de Saúde dos EUA (NIH).

Transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, o vírus da zika está cada vez mais fortemente relacionado a casos de microcefalia e de síndrome de Guillain-Barré. Até o momento, não existe um medicamento específico contra a infecção, nem uma vacina.

Fonte: G1

 

Nenhum comentário

Deixe um comentário